642 coisas sobre as quais escrever: *104 - O que você pensa sobre o "amor" ultimamente?

20:28:00






Olá pessoas... Como estão? Eu estou muito bem! Estava aqui, num finalzinho de tarde de sexta-feira, quase chegando a noite... E senti que queria escrever algo. Então lembrei do projeto, pedi pra minha mãe escolher um número entre 1 e 300 e ela escolheu 104. Que pequena coincidência, não é mesmo? Quem melhor pra me inspirar a falar de amor que minha mãe? #Amoela

Então vamos lá...


Amor... Ah, o amor!
O amor pode ser tanta coisa e pode não ser nada. Existe tantos amores e todos formam um, apenas.
Talvez amor seja um sentimento belo e destruidor, ou talvez seja apenas o inverso de Roma. 
Quem sabe explicar  o que é amor ou o que ele faz com a gente? Eu não, absolutamente!
Mas a questão vai bem mais além... O que eu sinto sobre amor ultimamente?!
Eu sinto amor ao acordar pela manhã e respirar. Ver meus pais e desejar bom dia!
Sinto algo bom sobre o amor ao olhar minha estante com cheirinho de papel... Sinto amor ao ver fotos bobas e antigas da família e sinto que vou explodir desse sentimento ao ver um sorriso orgulhoso dado em meu mérito.
Sinto que o amor transcende explicações plausíveis... Sinto amor e nada mais.

Midian Santos


You Might Also Like

4 comentários

  1. Ai que fofo, Midi! Para mim existem diversos tipos de amor, o de mãe, amigos, romântico... mas nenhum é mais ou menos válido do que o outro. Amor é amor, simples assim.
    E que coincidência, né, logo sua mãe ter escolhido esse tema, haha.
    Muito legal! Beijos,

    http://lucyintheskywithbooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Rê. Eu também acho que o nenhum tipo de amor é mais válido ou importante que o outro.
      "Amor é amor!". haha.
      :)

      Excluir
  2. Amor é algo lindo, né? É tão forte, capaz de transformar as pessoas! Também amo essas coisas simples que a gente faz no dia a dia, e muita gente nem percebe o quanto esses detalhezinhos são únicos e importantes.
    Beijos

    http://sobrecontarhistorias.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Verdade... As vezes até dão valor, mas passa despercebido. :)

      Excluir