Resenha: Os Bridgertons - Livro I - O Duque e Eu

17:56:00







Título: O Duque e Eu
Autora: Julia Quinn
Editora: Arqueiro
Páginas: 288









Sinopse: Simon Basset, o irresistível duque de Hastings acaba de retornar a Londres depois de seis anos  viajando pelo mundo. Rico, bonito e solteiro, ele é um prato cheio para as mães da alta sociedade, que só pensam em arrumar um bom partido para suas filhas. Simon, porém, tem o firme propósito de nunca casar. Assim, para se livrar das garras dessas mulheres, precisa de um plano infalível. É quando entra Dafne Bridgertons, a irmã mais nova de seu melhor amigo . Apesar de espirituosa e dona de uma personalidade marcante, todos os homens que se interessam por ela são velhos demais, pouco inteligentes ou destituídos de qualquer tipo de charme.  E os que  tem potencial para ser bons maridos  só  veem como uma boa amiga. A ideia de Simon é fingir que a corteja. Dessa forma, de uma tacada só, ele conseguirá afastar as jovens obcecadas por um marido e atrairá vários pretendentes para Dafne. Afinal, se um duque está interessado nela, a jovem deve ter mais atrativos do que aparenta. Mas, a medida que a farsa dos dois se desenrola, o sorriso malicioso e os olhos cheios de desejo de Simon tornam cada vez mais difícil para Dafne lembrar de que tudo não passa de fingimento. Agora ela precisa fazer o impossível  para não se apaixonar  por esse conquistador inveterado que tem aversão a tudo o que ela mais quer na vida.




O que eu penso sobre:  Se quer ler algo que faça você suspirar por um amor meio proibido e "impossível", O Duque e Eu é o livro certo, pois é o primeiro de uma série de oito livros, romances de época.
E o fato da história se passar nos anos 1800 (por aí!)  já é pontos ao seu favor, para quem gosta desse tipo de leitura, é claro!
Eu devorei o livro em dois dias, e pelo fato de ainda não ter o livro impresso, meus olhos ficaram ardendo quando enfim terminei. Mas valeu a pena! Eu me peguei imaginando os bailes em que Dafne e seus irmãos iam, sua mãe a apresentando a vários solteiros - rapazes e velhos - e a frustração dela por isso.

A história gira em torno de Dafne, a quarta filha mais velha de um total de oito ( sendo a Mulher mais velha...) e Simon, um jovem duque que fora rejeitado e maltratado pelo pai e mesmo após a morte do mesmo, continua nutrindo um rancor e ódio implacável. Os dois se conhecem num baile, e por puro destino ele é o melhor amigo de Antony, irmão mais velho de Dafne. Nesta mesma festa Simon propõe a Dafne um "namorico" - mais conhecido como o ato de cortejar - de mentira, com o argumento de que ambos se beneficiariam. Ele pelo fato de não ter um monte de mães casamenteiras em seu encalço, ela com o benefício de ter pretendentes interessados... Em sua pessoa! E ela, curiosamente, aceita.

E aí começam as complicações, beijos apaixonado atrás de arbustos, irmão louco de ódio, socos e olhos roxos, desafio para um duelo... Casamento...


"Acabou descobrindo que a dor de um coração partido nunca vai embora, apenas fica anestesiada. O sofrimento agudo e penetrante que se sente a cada respiração acaba dando lugar a sensação embotada e menos intensa, do tipo que quase -mas nunca completamente- se consegue ignorar".

A escrita é leve e fácil, não é aquela coisa rebuscada e que precisa de uma enorme atenção. A autora usa e abusa de humor durante toda a história e , na minha opinião, foi feliz nesse ponto.

As Crônicas de Lady Whistledown  me deixou encabulada curiosa, querendo saber quem era tão mexeriqueira/onipresente/inteligente...


"Dizer que os homens podem ser tão teimosos como mulas seria um insulto às mulas".

Portanto, recomendo muito, já amo a Julia Quinn e estou louca para ler O Visconde que me Amava.

E é isso, beijos!




You Might Also Like

2 comentários

  1. Miiiiidian! Marquei você numa tag lá no blog! Veja lá: http://arosadoprincipe.blogspot.com.br/2015/07/tag-liebster-award.html

    Amei sua resenha! Fiquei mais doida ainda pra ler logo o meu que ainda está divo no plástico rsrs. Quando eu ler, vou te contar!

    ResponderExcluir
  2. Kkkkkkk, obrigada Jess! Me conte mesmo. Estou indo lá ver a tag agora mesmo! :)

    ResponderExcluir