Resenha: Os Bridgertons - Livro IV - Os Segredos de Colin Bridgerton

16:41:00






Título: Os Segredos de Colin Bridgerton
Autora: Júlia Quinn 
Editora: Arqueiro 
Páginas: 336






Sinopse: Há muitos anos Penelope Featherington frequenta a casa Bridgerton. E há muitos anos alimenta uma paixão  secreta por Colin, irmão de sua melhor amiga e um dos solteiros mais encantadores e arredios de Londres. Quando ele retorna de uma de suas longas viagens ao exterior, Penelope descobre seu maior segredo por acaso e chega à conclusão de que tudo o que pensava sobre seu objeto de desejo talvez não seja verdade. Ele, por sua vez, também tem uma surpresa: Penelope se transformou, de uma jovem sem graça ignorada por toda a alta sociedade, numa mulher dona de um senso de humor afiado e de uma beleza incomum. Ao deparar com tamanha mudança, Colin, que sempre a enxergara apenas como uma divertida companhia ocasional, começa a querer passar cada vez mais tempo a seu lado. Quando os dois trocam o primeiro beijo, ele não entende como nunca pôde ver o que sempre esteve bem à sua frente. No entanto, quando fica sabendo que ela guarda um segredo ainda maior que o seu, precisa decidir se Penelope é sua maior ameaça ou a promessa de um final feliz.
Em Os Segredos de Colin Bridgerton, quarto livro da série Os Bridgertons,  que já vendeu mais de 3,5 milhões de exemplares, Julia Quinn constrói  uma linda história que prova  que de uma longa amizade pode nascer o amor mais profundo.


O que eu penso sobre: OMG! Eu sempre soube, desde que comecei a ler a série, que Colin era o meu Bridgerton favorito, mas não tinha certeza que sua história seria a minha preferida - já que as anteriores eram tão magicamente perfeitas e emocionantes - até ler essa magnífica obra.
Eu estou lendo A menina que roubava livros, mas precisei dar uma leve pausa para apaziguar minha ansiedade. E é claro, não me arrependi por um segundo. 
Esse livro, como o título já diz, é sobre Colin, o terceiro filho de Lady Violet Bridgerton. E sobre Penelope, a garota que sempre era comentada na coluna de Lady Whistledown, de maneiras não muito favoráveis.
A história é narrada dez anos depois do casamento de Dafne e Simon, os protagonistas do primeiro livro. Penelope já tem vinte e oito anos e é considerada uma solteirona, por nunca ter se casado, obviamente. Colin, por sua vez, tem trinta e três, e é considerado um dos solteiros mais cobiçados, como sempre.
A história é envolvente do começo ao fim, acredite! Mostra coisas que não sabíamos sobre ambos - os protagonistas - e assim, nos faz entender várias coisas, talvez, não entendidas anteriormente.
 Colin chega de uma de suas muitas viagens, e apesar de tentar fugir da mãe e suas artimanhas para o casar, acaba se aproximando de Penelope, uma das jovens que a mãe vivia citando como esposa em potencial, no passado. Ele sempre gostara dela, Penelope, mas não via nada de atraente além de seu humor e boa companhia, até agora. 


" Por um instante Colin só piscou. Como era possível que jamais tivesse notado como os olhos dela eram grandes? Sabia que eram castanhos, é claro, e... Não, pensando bem, se fosse sincero, teria que admitir que, se alguém lhe perguntasse, antes daquela manhã, qual era a cor dos olhos dela, ele não teria sido capaz de responder.
Mas, de alguma maneira, sabia que jamais se esqueceria outra vez".




"E então, algo muito estranho aconteceu. Colin se deu conta de que ele mesmo não sabia o que dizer. Por que se esqueceu de boatos, e do poder da palavra, e daquela podridão toda, e a única coisa na qual conseguia pensar era a parte que envolvia beijar e...
E...
E...
Deus do céu, ele queria beijar Penelope Featherington".

Oh, é tão lindo... Eu fiquei encantada com o modo que Julia Quinn encontrou de nos narrar essa história de amor. É tão fácil se apaixonar por uma pessoa popular, linda, deslumbrante e rica, não é mesmo?! Mas talvez, também seja fácil se apaixonar por uma pessoa nada popular, mas que tenha um jeito divertido e único, que tenha uma beleza que nem todos vê, e de repente, você é o sortudo!

Tem tantas frases que me deixaram boquiabertas, tantas declarações lindas, tantas revelações...
Esse livro sem dúvidas é o meu favorito da série, talvez o meu livro de época favorito!



"Eu não me surpreendi com o fato de ter me apaixonado por ela - frisou ele, olhando para todos com uma expressão que os desafiava a tecer qualquer comentário -, e sim por ter demorado tanto para acontecer. Afinal, eu a conhecia havia tantos anos - continuou, a voz tornando-se mais suave -, mas de alguma forma, jamais havia me dado o trabalho de notar a mulher linda, brilhante e espirituosa na qual ela se transformou".



Eu ri muito com as atitudes de Colin, quer dizer, ele é meio como eu no quesito: " O que tem para comer?" " Estou com fome!". E ele é escritor, vejam só! Poderia ser mais perfeito?!

Ah, a maioria das pessoas dizem que a ordem de leitura da série não importa, que se você ler primeiro o quarto e depois o primeiro não importa, mas eu discordo. Há fatos que vão acontecendo desde o primeiro livro e algumas coisas vão ficando pendentes como a identidade de Lady Whistledown, que nesse livro é revelada. Então, se você for começar a ler a série, sugiro que comece por O Duque e Eu.


Leia também: O Duque e Eu, O Visconde que me Amava e Um Perfeito Cavalheiro.


E é isso, beijos!



You Might Also Like

6 comentários

  1. Um livro que tirou suspiros de minha pessoa eu recomendo muito esse livro!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Letícia! Eu também suspirei...E amei esse livro. Foi o meu favorito da série até agora. :)

      Excluir
  2. Midian, mulher. Você é rápida demais! Não li nem o primeiro ainda e vc já vai no quarto... Arrasou! Acho que quando eu começar a ler essa série, tbm não vou querer parar! Hahahahaha! Amei a resenha.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oh Jéssica, mulher, tu nem sabe! HAHAHAHA. Eu tô é doida para ler os outros... Ainda bem que o quinto já foi lançado! É mesmo viciante.
      :)

      Excluir
  3. A cada resenha que você faz sobre essa série eu fico com ainda mais vontade de ler, Midi! Essa última me deu o ultimato, tenho que ler Os Bridgertons! Vou fazer como você disse, também acho que sempre tem alguns detalhes na história que são importantes irmos acompanhando de volume em volume.
    Beijos

    http://sobrecontarhistorias.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom Fê! Eu acho mesmo importante ler do 1°... Por muitas razões! Espero que goste tanto quanto eu... São histórias maravilhosas. :)

      Beijos!

      Excluir