Resenha: O Clã das Freiras Asssassinas - Perdão Mortal

13:43:00






Título: Perdão Mortal 
Autora: Robin Lafevers 
Editora: V&R
Páginas: 408





Sinopse: Por que ser uma ovelha, quando você pode ser o lobo? Ismae Rienne, dezessete anos, escapa da brutalidade de um casamento arranjado no santuário do convento de São Mortain, onde as irmãs ainda servem deuses antigos. Lá ela aprende que o deus da Morte abençoou-a com perigosos dons e um violento destino. Se ela optar por ficar no convento, será treinada como uma assassina e servirá a Morte. Para reclamar sua nova vida, deve destruir a vida de outros. A mais importante atribuição de Ismae leva-a direto para o tribunal superior da Bretanha—onde se encontra terrivelmente sob preparada não só para os jogos mortais de intriga e traição, mas pelas impossíveis escolhas que deve fazer. Como entregar a vingança da Morte em cima de um alvo que, contra sua vontade, roubou seu coração?

O que eu penso sobre: Esse livro foi um... "Degradê de emoções". Em um momento eu estava achando a leitura meio parada, lenta. Logo depois já estava surtando com tantas descobertas impactantes.

A história é narrada por Ismae, uma garota que, após ter sobrevivido a uma tentativa de aborto , foi declarada como filha de Mortain, ou seja, filha do deus da morte. Por causa do veneno que sua mãe tomou para matá-la, ela nasceu com uma marca - uma cicatriz, que segundo a personagem, é muito feia e causa repulsa nas pessoas - , o que deixou ainda mais evidente a sua paternidade.

Ela sofreu nas mãos do pai durante toda a infância e adolescência, e quando achava que as coisas não poderiam ser ainda piores, é vendida para um tratador de porcos, que após o casamento, se mostra um homem tão asqueroso e sem caráter quanto seu pai.

No dia seguinte ao que deveria ter sido sua noite de núpcias, Ismae é resgatada e levada para um convento, cujas freiras eram assassinas e serviam a Mortain. Ela aceita ser uma delas e logo é treinada em todas as artes capazes de matar um homem.

A narrativa é realmente meio lenta, mas é escrita de uma forma instigante, que leva o leitor a querer saber mais e mais.

O fato de se passar na época medieval deixa tudo ainda mais interessante, pois sempre gostei de ler relatos políticos sobre essa época, e tem muita política, "guerra", e traições nesse livro.

A protagonista é bem construída. É uma garota forte, que não fica se lamentando pelo que passou, segue sempre em frente, e luta pelo que acredita. 


" Não é do santo que desconfio, demoiselle, só dos humanos que interpretam seus desejos."


Os demais personagens também são muito bem descritos e relevantes para a história. 
 
O final me surpreendeu, me deixou curiosa com o que acontece depois e empolgada pela continuação.





You Might Also Like

8 comentários

  1. Vou começar a série agora que o segundo irá lançar, a ideia parece ótima e tenho certeza que vou amar a história!

    Beijos ^^

    ResponderExcluir
  2. Oi Mi! Gostei da proposta do livro, bem diferente e interessante! Já vou colocá-lo na minha lista! Obg pela dica! Beijos!

    www.poisonmakeup.com

    ResponderExcluir
  3. Midi, só esse título já me deixou super curiosa! Já amei a sinopse e também o nome da personagem! Que diferente, haha. Freiras Assassinas... isso sim é original XD
    A sua resenha, tão positiva, também só me fez querer ler esse livro ainda mais e conferir tudo o que tem de incrível nele.
    Beijos,

    http://lucyintheskywithbooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Gente, como assim freiras assassinas?? Quando li isso tive que clicar na hora haha Adorei a proposta do livro, legal essa ideia de que freiras podem servir qualquer deus, e melhor ainda com uma personagem principal forte e sem mimimis. Obrigada pela dica :)

    http://fadamoderna.com

    ResponderExcluir
  5. Gente, como assim freiras assassinas?? Quando li isso tive que clicar na hora haha Adorei a proposta do livro, legal essa ideia de que freiras podem servir qualquer deus, e melhor ainda com uma personagem principal forte e sem mimimis. Obrigada pela dica :)

    http://fadamoderna.com

    ResponderExcluir
  6. É um enredo bem diferente do que já li antes, parece bem interessante. Se eu tiver a oportunidade, vou ler, com certeza.
    Beijos
    Mari
    www.pequenosretalhos.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, eu também não tinha lido algo parecido :)
      Beijos

      Excluir
  7. Estou descobrindo vários livros novos com as últimas resenhas do blog, Midi! Sério, a maioria eu ainda nem tinha ouvido falar. Estou amando! Essa parece ser uma história um pouco diferente do que eu estou acostumada, apesar de tratar sobre alguns temas recorrentes.
    Beijos!

    http://sobrecontarhistorias.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir