[BEDA #08] Resenha: Trilogia Sevenwaters - Livro II - Filho das Sombras

12:54:00





Título: Filho das Sombras
Autora: Juliet Marillier
Editora: Butterfly
Páginas: 615




SinopseFilho das Sombras narra a história da jovem Liadan, que, tal como a sua mãe, Sorcha, herdou a habilidade de falar com os espíritos da floresta, os quais lhe segredam que ela deve permanecer, para sempre, em Sevenwaters, se quiser que as ilhas Sagradas sejam retomadas dos bretões. 
A Irlanda está numa avassaladora guerra, onde um misterioso homem é temido e reconhecido
como um mercenário feroz. E, assim como sua mãe no passado, ela acaba por ser capturada e sente-se cada vez mais atraída pelo ser das sombras, apesar de saber da maldição da profecia que Seres da Floresta lhe preveniram...


Contém spoilers de Filha da Floresta

O que eu penso sobre: Achei que não poderia gostar mais ainda de um livro dessa trilogia... Me enganei!

Filho das Sombras é o segundo livro de uma trilogia que estou apaixonada.

Muitos anos depois da maldição lançada sobre Sorcha e seus irmãos, novos personagens se juntam a essa história incrível. A filha da floresta e o jovem bretão - Red <3 -  se casaram e tiveram três filhos. Niamh, Sean e Liadan.

Nesse livro acompanhamos a vida de Liadan, a filha mais nova de Sorcha. Sempre comparada a mãe, tanto na aparência, quanto no jeito de ser e dons, a jovem não se incomoda com isso, pelo contrário, ama ter herdado a habilidade de curandeira, sempre se preocupando com os outros.

E essa habilidade é o que permite que ela encontre o amor.
Depois de muitas confusões, conflitos e segredos, a irmã mais velha de Liadan se casa com um homem que não ama, por ter cometido um erro e para conseguir aliados para Sevenwaters.

Na tentativa  de ajudar a irmã e amenizar a culpa por ter sido  uma peça chave nesse casamento forçado, Liadan viaja por alguns dias com os recém-casados, e enquanto voltava para casa, cai em uma armadilha e é sequestrada pelo grupo  de "malfeitores" mais comentado e temido dos últimos tempos, comandado pelo Homem Pintado.

Apesar do sequestro, os mercenários queriam apenas que ela ajudasse a salvar a vida de um dos integrantes do grupo. E mesmo tentando ao máximo, Liadan não consegue salvar o homem, mas descobre um sentimento que até então desconhecia, e mais, numa pessoa que julgava ser um monstro.

Porém, como nada é como queremos, a vida da jovem irlandesa logo se transforma em algo que os seres da floresta se interessam, e isso a deixa frustrada. Ela só queria ter uma vida normal, sem aventuras.


No decorrer das páginas descobrimos  que o destino de todos estão mais interligados do que poderíamos imaginar.

Gostei de como a autora desenvolveu a narrativa. Mesmo sendo uma bela história, não deixa de ter motivos de tristezas, choros e desilusões. É tão sofrida quanto a anterior, talvez mais.

A protagonista tem uma evolução, no decorrer da história, na minha opinião. E não poderia ser diferente, depois de tudo o que lhe acontece. Gostei das decisões que ela tomou, tanto no começo, quanto no fim.

Amei reencontrar personagens do livro anterior, e sofri quando alguns se foram.

" Somos tão humanas como você, e cada uma de nós é um ser único. Você só vê o mundo através de sua dor e julga sem saber."

A capa é linda, como a anterior. A diagramação pecou na revisão, com alguns erros de ortografia, mas nada que prejudique a leitura.




Como a Renata do Livros e Chantilly havia me avisado, me apaixonei perdidamente por Filho das Sombras.



E é isso, beijos!





You Might Also Like

2 comentários

  1. AI MIDI, QUE AMOR, OLHA SÓ, NÃO FUI SÓ EU QUE SE APAIXONOU AINDA MAIS POR FILHO DAS SOMBRAS <3
    A história foi incrível e absolutamente romântica, emocionante (não vou negar que chorei quando 'aquela pessoa morreu', nossa, foi terrível. Já havíamos conhecido e amado ela no livro anterior, e então isso...). Mas você está certa, em Sevenwaters, tudo se interliga de uma maneira maravilhosa.
    Beijão amiga, mal posso esperar para ver a sua próxima resenha,

    http://lucyintheskywithbooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hahaha, pois é, me apaixonei também!
      Sim, chorei também. Que bad!

      Aliás, obrigada por me indicar essa série tããão amor! :D

      Beijos

      Excluir