[BEDA #23] Resenha: Os Bridgertons - Livro VIII - A caminho do altar

13:16:00





Título: A caminho do altar
Autora: Julia Quinn
Editora: Arqueiro
Páginas: 320



Sinopse: Ao contrário da maioria de seus amigos, Gregory Bridgerton sempre acreditou no amor. Não podia ser diferente: seus pais se adoravam e seus sete irmãos se casaram apaixonados. Por isso, o jovem tem certeza de que também encontrará a mulher que foi feita para ele e que a reconhecerá assim que a vir. E é exatamente isso que acontece.
O problema é que Hermione Watson está encantada por outro homem e não lhe dá a menor atenção. Para sorte de Gregory, porém, Lucinda Abernathy considera o pretendente da melhor amiga um péssimo partido e se oferece para ajudar o romântico Bridgerton a conquistá-la.
Mas tudo começa a mudar quando quem se apaixona por ele é Lucy, que já foi prometida pelo tio a um homem que mal conhece. Agora, será que Gregory perceberá a tempo que ela, com seu humor inteligente e seu sorriso luminoso, é a mulher ideal para ele?

O que eu penso sobre: Ai, estou chorosa. Já acabou mesmo? Depois de sete livros tão lindos, o oitavo chegou e arrebatou meu coração no mesmo nível dos demais. 


Como o último Bridgerton ainda solteiro, e depois de ter sete irmãos casados e apaixonados, Gregory acredita no amor. E busca isso para sua vida.  Casamento, felicidade, amor...

Numa festa na casa do irmão mais velho, Anthony, ele vê uma jovem, por trás, apenas a nuca, e acredita ter encontrado o amor de sua vida. Logo ele descobre que esse amor será mais difícil de ser conquistado do que imaginava. Não era como um conto de fadas, afinal. Onde os dois se olhavam e se apaixonavam... 

Enquanto tentava conquistar Hermione Watson - só consigo imaginá-la como a  Mione/Emma, hahaha -  Gregory acaba se aproximando de sua melhor amiga, Lucinda Abernathy. A primeira já era apaixonada por um rapaz, e como a segunda julgava que essa paixão não faria bem para a amiga, tenta ajudar Gregory a conquistá-la.

Porém como era de se esperar, a relação de amizade entre Gregory e Lucy logo se transforma em algo mais. E com essa descoberta, vieram os desafios a serem enfrentados, como um casamento arranjado desde a infância, mentiras e chantagens...


"Ela estava apaixonada por ele. Não poderia ser mais claro... Ou mais cruel."

Gostei de conhecer o Gregory. Antes ele era só um pestinha que azucrinava a irmã caçula, depois se tornou só o filho que estava na faculdade... Ele sempre esteve distante nos livros anteriores, e amei conhecer sua verdadeira essência, tão parecida com a dos irmãos, e tão única. Cada Bridgerton é único, aliás. 

Também gostei de Lucy. Apesar de ela ter uma baixa autoestima , gosto de como ela ver o mundo. De como se preocupa com os outros... E talvez isso também seja um erro, mas gosto disso nela. Tendo uma melhor amiga como Hermione, ela se acostumou a não ser elogiada, a não ser admirada, e acho que isso a fez acreditar que não era "lá essas coisas."

Já devo ter dito muitas e muitas vezes como sou apaixonada pela escrita da Julia Quinn, e não posso deixar de falar novamente. É incrível como ela consegue fazer as coisas serem engraçadas, tristes, românticas... Tudo ao mesmo tempo, tudo de um jeito só seu.

Amei o modo como a  autora escolheu para encerrar, e aquele final me pareceu sugestivo. De repente poderia ter uma nova série, da nova geração dos Bridgertons, não é mesmo? Hahaha.

A editora é sempre muito cuidadosa com as edições, e embora algumas pessoas tenham ficado meio decepcionadas com a escolha da capa do livro anterior - Um beijo inesquecível - , eu sou apaixonada por todas as capas.  


Quero conhecer novos livros da autora, com certeza!





E é isso, beijos!


You Might Also Like

0 comentários