Resenha: Trilogia Sevenwaters - Livro III - Filha da Profecia

19:29:00




Título: Filha da profecia
Autora: Juliet Marillier
Editora: Butterfly
Páginas: 640
Comprar: Submarino; Saraiva


Sinopse: A  história de Fainne, criada pelo pai, Ciarán, em uma terra distante. Ao se tornar adolescente, ela é visitada pela avó, a malévola feiticeira Lady Oonagh, que a obriga a embarcar em uma terrível missão: infiltrar-se na família, em Sevenwaters, e impedir que seu tio Sean e seus aliados reconquistem as Ilhas sagradas – invadidas há gerações pelos escandinavos.
Educada pelo pai usando seus dons de magia para o bem, ela, no entanto, agora se vê forçada a usar de artimanhas e maldade para atingir os objetivos de vingança de sua avó.


O que eu penso sobre: Amo livros de fantasia. E como amadora de livros fantásticos, foi meio impossível não me apaixonar pela trilogia Sevenwaters.

Eu gosto muito de livros que saem da zona de conformo, que nos deixa meio: What?
E esse é um desses livros.

Apesar de ter sido criada por um  feiticeiro, Fainne não era uma má pessoa. Tímida, reclusa, com poucos - apenas um - amigos, mas nada má. Até o momento em que sua avó a faz acreditar que, caso não cumpra tudo o que ela mandar, seu pai morrerá, pois ela o envenenou...

E o que ela manda é nada mais nada menos que se vingar de seus antigos inimigos, o povo de Sevenwaters.

Mesmo vendo que era errado, que não deveria, Fainne cede, pois seu pai é toda a família que lhe resta, já que sua mãe - supostamente - se suicidou.

Então, seguindo os comandos de sua avó, ela vai pra Sevenwaters, como uma espiã, para destruir a profecia em que todos acreditavam,..

Como já disse, gostei de toda a trilogia. Apesar de ter curtido o segundo livro bem mais que os outros dois, Filha da Profecia não deixou a desejar.

O fato da autora usar uma pegada meio vilã para a personagem me agradou, pois sai dos padrões, onde os mocinhos são sempre imaculados e bonzinhos, que não fazem escolhas erradas...

Gosto muito da escrita da autora. Apesar de ser um livro bem grande, a fluidez ajuda a leitura, deixa as coisas leves e dinâmicas.

Acho as capas lindas, mas a revisão pecou um pouco. Encontrei vários erros ortográficos durante a leitura, e apesar de não me ater a esses detalhes, muita gente se incomoda.

Portanto, minha gente, conheçam essa trilogia, é maravilhosa. Espero que leiam e curtam tanto quanto eu. :D



" Aprendi que o amor é o sentimento mais cruel, mas também o mais doce. Aprendi que se pode encontrar amigos nos lugares mais estranhos e improváveis, basta saber olhar."


E é isso, beijo!!!

You Might Also Like

4 comentários

  1. Oi Midi!
    Esse é o menos incrível de todos os livros da trilogia Sevenwaters, né? A gente pensa bem igual, hahaha. Mesmo assim, adorei a Fainne e os personagens que reencontramos de Filho das Sombras. Achei ambos o começo e o final muito fofos <3 Uma pena que ela não tenha podido crescer também em Sevenwaters, mas... ela acabou conhecendo, né? Rs.
    Beijão,

    http://lucyintheskywithbooks.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Rê!
      Sim, muito igual! <3 Também gostei dela, e amei rever o povo de Sevenwaters.

      Beijo

      Excluir
  2. Oii!

    Li meio por cima com medo de spoiler, por ser o livro 3, mas gostei do que li.
    Fiquei curiosa, vou procurar a trilogia!

    Beijos,
    Natália.

    www.doprefacioaoepilogo.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hahaa, ok.

      Leia mesmo, é ótima. Espero que goste.

      Beijos

      Excluir