Resenha: Os Talismãs de Camelot

19:46:00





Título: Os talismãs de Camelot
Autor: Guilherme Viana
Editora: Independente
Páginas: 355
Comprar: Amazon



Sinopse: Thomas Button é o herói de seu colégio: vive entrando em brigas com valentões por causa de seu forte senso de justiça. Naturalmente, isso rende muitas broncas e castigos de seu avô adotivo, o senhor Norman. Um dia, o velhinho morre e o garoto fica sozinho no mundo. 
No dia seguinte a esse triste acontecimento, o menino recebe a visita de Jackdaw – um corvo que fala e pensa como se fosse uma pessoa. Jackdaw conta uma história inacreditável: Thomas é um druida, um sacerdote da natureza. Seu verdadeiro lar é a lendária ilha de Avalon, que existe até os dias de hoje, cheia de druidas, animais falantes e criaturas mágicas.
Thomas viaja para Avalon e descobre que todas as lendas sobre Rei Arthur, Camelot e Merlin são reais. Além do mais, uma profecia terrível condena o mundo a uma guerra, e um druida maligno chamado Sebastian Floyd pretende ganhar essa batalha. Misteriosamente, ele quer que Thomas seja o primeiro a morrer. 



O que eu penso sobre: Primeiramente preciso dizer que eu me amarro em mitologia - já devo ter  dito umas mil vezes, né? 😆 . Sério, num nível hard! Prefiro a grega, mas foi mitologia eu tô lendo a respeito.
O autor Guilherme Viana me convidou para ler e resenhar seu livro e sua descrição me agradou demais. 

Meu primeiro "contato" com a druida foi na 3° temporada de Teen Wolf ,- aliás, recomendo demais, vão lá ver! - e de lá pra cá tenho lido alguns livros com esse contexto.

Como o título sugere, o livro tem relação com a história do rei Arthur e´preciso confessar que sei quase nada sobre ela - se bem que se considerar a versão de Once Upon a Time, eu sei alguma coisa, hehe.


Thomas é um garoto de doze anos, que tinha como família apenas seu avô. Os dois viviam bem e tinham uma ótima relação, apesar de Thomas ser um garoto problemático e seu avô não apoiar suas atitudes, como brigar na escola, por exemplo.

Quando seu avô morre, o garoto  se vê sozinho, sem saber o que fazer, se culpando, pois sua última conversa com o velhinho não tinha sido das melhores.

Certa noite, um corvo entra em seu quarto e começa a falar com ele. Obviamente Thomas acha estranho, mas logo descobre algumas coisas sobre seu passado e assim, segue o pássaro até Avalon -  uma ilha protegida, onde vivem druidas, e seres mágicos - no intuito de que no Samhain, ele pudesse se despedir do avô, pois na crença celta, acreditavam que nesse dia, as  almas retornavam as suas casas para visitar seus familiares.

Porém, os planos de Thomas são frustrados e mudados radicalmente, pois ele é sequestrado e levado para a Floresta Sombria, onde deveria encontrar os Talismãs de Camelot, para sair da floresta.


Amo livros rápidos, que me fazem perder a noção das horas e querer ler mais e mais. E esse livro foi assim. É leve, divertido, infanto-juvenil, um dos meus gêneros favoritos.

Os personagens são bem construídos, uns mais destacados que outros. Eu sempre me apaixono por animais literários, então o corvo Jackdaw ganhou um espaço em meu coração.

Recomendo para todos que curtam mitologia, principalmente a celta, e livros infanto-juvenis. Para aqueles que querem começar a ler esse gênero, também é uma boa. ;)




E é isso, beijos!

You Might Also Like

2 comentários

  1. Eu adoro livros de fantasia e mitologia *---* Infanto-juvenil tbm me agrada mtt, são sempre cheios de aventura e eu amo rsrs
    Adorei a resenha <3
    Beijos :*

    ResponderExcluir