🎬 RECOMENDO OU NÃO? - THIRTEEN REASONS WHY!

14:41:00


Olá pessoas! Como vocês estão? Eu estou bem, só um pouco enjoada. Odeio alho, com todas as minhas forças e tinha alho no almoço hoje... hahaha.

Finalmente terminei de assistir a série tão polêmica e comentada nos últimos meses, Thirteen Reasons Why. Na verdade terminei alguns dias atrás, mas estava pensando o que eu falaria aqui. Por que é um assunto pesado, difícil de ser discutido. Mas cá estou eu... Vamos falar!




Para quem não conhece, a série é sobre uma garota que se suicidou, mas antes deixou sete fitas para serem ouvidas por todos os seus agressores. Cada lado das fitas é para um dos motivos que a levaram à morte.

Existe uma infinidade de gente falando muito bem ou falando muito mal. Eu acho que talvez todos estão certos, cada um tem a sua verdade, afinal.

Eu não recomendo essa série pra todo mundo. Acho que é importante ter uma filtragem, afinal de contas é para maiores de 16 anos. Segundo que é uma série onde a protagonista cometeu suicídio, por ter sofrido bullying, abuso, calúnia...
Sempre vai ter alguma pessoa que se baseia numa ficção para justificar suas ações, por isso não é uma série para todos os gostos, estilos e idades. Não é!

Porém acredito que isso não faz da série um tabu. Pelo contrário, ela discute os tabus da sociedade e mostra a realidade que os adultos e até os próprios adolescentes... Que a sociedade insiste em não enxergar.


Preciso dizer que a série me tocou e me fez relembrar coisas da infância e adolescência. E acho que esse é um dos pontos da série. Todo mundo pode ser a vítima e um porquê. Não é uma regra ser um ou outro.

Eu sou uma mistura de raças, não sou exatamente negra, mas não sou branca... Sou o que denominam morena. Mas tenho traços mais afro, como cabelo cacheado, lábios grossos... E lembro que na infância isso era motivo de piada. Eu era beiçuda, cabelo de bombril... Por ser magra eu era Olívia Palito...

Isso nunca foi um problema pra mim. Nunca liguei pra críticas negativas, mas a gente não esquece, sabe? De um jeito ou de outro, marca.

Uma vez teve uma listinha na minha turma da 7° série. As mais feias e as mais bonitas. Eu fiquei na lista das mais bonitas e isso me deixou muito feliz, não pensei em como as outras pessoas estavam se sentindo. Quando a gente está confortável, não pensamos no outro, não é?
Acontece que a diretora descobriu e foi dar o maior sermão na gente, falar sobre como o bullying era errado e deveria ser evitado e tal.

O que quero dizer com tudo isso? Sempre seremos os dois lados da mesma moeda. Sempre seremos a vítima ou o agressor. E o fato de ver o erro e deixar pra lá nos torna tão agressor quanto... Sabe o que importa no final do dia? Se você se arrepende ou não do que fez. Se você muda pra melhor.


Voltando a série... Ela é realmente pesada, assisti no máximo dois episódios por dia, por que coisas assim me impressionam e me deixam mal.  Então se você quer assistir, certifique-se de que não vai se abalar com isso. Acho que uma pessoa que sofre ou sofreu recentemente abuso sexual, depressão, bullying não deve assistir. Não é uma série recomendada, sabe? Assista coisas que vá te deixar feliz, que te faça rir e ver como o mundo é bom com você nele.

Muitas pessoas falaram mal da cena da morte da Hannah. Falaram que foi pesada demais, muito realista. Achei que foi necessária. Não era pra ser uma cena leve, onde as pessoas aprendem como se matar, não era pra ser romantizada.

Houve um tempo, na época do romantismo, que era cool se suicidar. Jovens se matavam, como forma de homenagem às obras que liam ou assistiam - peças teatraisRomeu e Julieta por exemplo é um clássico, onde os personagens se matam por não poderem ficar juntos... Isso não é romântico. É idiotice.

Enfim... Se você sofre qualquer um desses problemas citados, procure alguém que você confia e fale. Vá até as autoridades e denuncie. Não se cale. Não acumule o sofrimento e depois extravase da forma errada. Se ame, independente das opiniões alheias e se perceber que não se ama mais, procure ajuda.

Bullying não é engraçado, coisa de criança.. É crime.

Depressão não é frescura, é uma doença e precisa ser tratada.
.
.
.


Falei demais, gente? Hahaha, espero que tenham lido até o final. E que tenham gostado. Alguém aqui já leu o livro ou assistiu a série? O que achou? Vamos conversar um pouco. :)


Beijo!!

You Might Also Like

2 comentários

  1. Eu concordo com quase tudo o que disse. Eu também assisti a série aos poucos. Hoje tenho 23 anos, tenho uma família linda e, na maior parte do tempo, sou feliz. Já sofri com depressão e odo cuidado é pouco para não votar pra esse limbo. Na escola, eu era muito apelidada por ser baixinha, magrela, usar óculos, aparelho ortodôntico e por ser, digamos, nerd. Eu já tive muita vergonha disso tudo, mas hoje vejo que foi extrema burrice ter vergonha o que eu ou. Eu tive vergonha de ser inteligente e gostar de ler! Mas nem tudo são derrotas. Sempre tive muitos amigos e devo muito a eles por terem estado sempre comigo.
    Desculpa fazer um desabafo aqui.
    Beijos

    Vidas em Preto e Branco

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sem problemas Lary! :) Que bom que você teve e tem apoio da família e dos amigos, não tem coisa melhor.

      Excluir