RESENHA - JOGOS VORAZES

13:16:00


Autora: Suzanne Collins | Páginas: 400 | Skoob | Editora: Rocco Jovens Leitores
Comprar: Submarino
5/5


Sinopse: Quando Katniss Everdeen, de 16 anos, decide participar dos Jogos Vorazes para poupar a irmã mais nova, causando grande comoção no país, ela sabe que essa pode ser a sua sentença de morte. Mas a jovem usa toda a sua habilidade de caça e sobrevivência ao ar livre para se manter viva. As reviravoltas do jogo e as dificuldades enfrentadas pela protagonista levam os leitores a sofrer junto com ela, enquanto descobrem um pouco sobre seu passado e seu relacionamento com Peeta Mellark, o outro tributo enviado pelo Distrito 12 para lutar nos Jogos Vorazes.

Inspirada pelo mito grego de Teseu e o Minotauro e bebendo nas melhores fontes da ficção científica, Suzanne Collins faz uma dura crítica à sociedade do espetáculo atual e prende a atenção do leitor da primeira à última página com um romance envolvente e perturbador.



O que eu penso sobre: Eu sou apaixonada por essa trilogia, isso não é segredo. Mas só agora notei que ainda não fiz uma resenha sobre esses livros... Se bem que já notei antes, mas sempre fui adiando... Como pude?!

Eu assisti primeiro o filme, mas quando soube que era adaptação, corri e comprei o livro para ler. E simplesmente amei!



A história é sobre uma garota. Um garoto. E uma guerra que começa com um ato impensado e um tanto rebelde.

Jogos Vorazes começa nos mostrando o universo em que se passa a história. Os Estados Unidos foi destruído e se tornou Panem. Esse novo país é dividido em treze distritos e uma Capital. Depois de uma guerra entre todos os distritos, o distrito 13 é destruído e os outros se tornam ainda mais escravizados pela Capital.
Como punição, todos os anos um garoto e uma garota entre 12 e 18 anos, de cada distrito, é selecionado numa colheita e assim participará do reality show Jogos Vorazes, onde lutará pela vida. O último tributo vivo, é o vencedor, ganhando fortuna e fama.

Katniss não queria fama, fortuna, ou coisa parecida. Só queria cuidar da irmã mais nova e da mãe. 

Mas o futuro lhe reservou coisas grandiosas. Cruéis, mas grandiosas.


Ainda não li uma distopia que supere essa, na minha opinião. A mistura de gêneros, temas, inspirações só enriqueceu a história e deixou tudo ainda mais realista, apesar de ser uma história futurista e surreal.

A força da protagonista deixa o livro mais interessante, por que nesse mundo de domínio masculino, quando uma história tem como principal uma garota forte, decidida, que não se deixa abalar pelas dificuldades... Precisamos aplaudir de pé! 

A escrita da autora é maravilhosa. Apesar de ser  uma história pesada, tem uma forma fluida, leve e fácil de ser lida. 

É uma crítica social, capitalista... É uma história que precisa ser lida e refletida. 

" Quase todas as pessoas da multidão tocam os três dedos médios de suas mãos esquerdas em seus lábios e os mantêm lá em minha homenagem. É um gesto antigo de nosso distrito, e raramente utilizado. Eventualmente visto em enterros. Significa agradecimento, admiração, adeus a alguém que você ama."


E você, já leu? Ainda não? Então leia e me diga o que achou! :D

Beiiijo!

You Might Also Like

4 comentários

  1. Já me interessei pra ler, mas nunca li e nem vi o filme. Acredito que até as leituras vêm em momentos certos na vida da gente, hahahaha. Mas eu acho a história muito boa e a personagem principal é do tipo que gosto, pelas resenhas que leio.

    Beijinhos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah, é mesmo! Que bom que gostou! Concordo, há um momento pra tudo! :)

      Espero que curta a leitura!

      Beijo

      Excluir
  2. Olá
    Eu também vi o filme antes de ler o livro. Li emprestado de uma amiga. Li a trilogia toda em uma semana. Eu fiquei viciada e lembro muito bem de tudo. Ainda não entendi o final de A Esperança, talvez eu precise reler.

    Vidas em Preto e Branco

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. OI!
      Hahaha, também me viciei total. Que parte você não entendeu?
      Releia, às vezes tenho vontade de reler também!
      :D

      Excluir