RESENHA - TARTARUGAS ATÉ LÁ EMBAIXO

By Midian Santos - maio 04, 2018


Autor: John Green | Páginas: 256 | 
Editora: Intrínseca | Skoob
5/5


Sinopse:  A história acompanha a jornada de Aza Holmes, uma menina de 16 anos que sai em busca de um bilionário misteriosamente desaparecido – quem encontrá-lo receberá uma polpuda recompensa em dinheiro – enquanto lida com o transtorno obsessivo-compulsivo (TOC).
Repleto de referências da vida do autor – entre elas, a tão marcada paixão pela cultura pop e o TOC, transtorno mental que o afeta desde a infância –, Tartarugas até lá embaixo tem tudo o que fez de John Green um dos mais queridos autores contemporâneos. Um livro incrível, recheado de frases sublinháveis, que fala de amizades duradouras e reencontros inesperados, fan-fics de Star Wars e – por que não? – peculiares répteis neozelandeses.




O que eu penso sobre: Primeiramente preciso dizer que eu estava MORRENDO de saudades da escrita do John Green, sério!
Ele é um dos meus autores preferidos EVER e quando eu soube que ia ter esse livro... Gente, surtei.

Demorei um pouquinho mais do que eu queria para conseguir adquirir meu exemplar, mas quando finalmente chegou as minhas mãos... Devorei.

Alguma vez você já tentou se colocar no lugar de alguém que tem algum transtorno? Seja qual for? Já tentou se imaginar na cabeça dessa pessoa?
Nesse livro, temos essa experiência.  passamos 256 páginas dentro da cabeça de uma pessoa com TOC ( Transtorno Obsessivo Compulsivo ) e Ansiedade.

Esse livro me deixou exausta. Mas de um jeito bom! Ele me cansou, mostrou como me colocar no lugar do outro e como todo mundo precisa parar de banalizar as doenças mentais. E quando eu digo doença mental NÃO estou falando de um jeito pejorativo, PELOAMORDEDEUS!!!

Alguém já soltou um " aff,  tenho TOC nisso, tenho TOC naquilo" perto de você como se fosse uma coisinha engraçada?  Já me falaram isso, várias vezes. E sinceramente não achei nada de mais. Até estar na "pele da Aza".


Aza é uma adolescente que sobre de TOC e ansiedade. Existem vários jeitos desse transtorno se manifestar e no caso dela, a obsessão é por doenças. Ela morre de medo de ser contaminada, de ser infectada, de ir para o hospital e pegar mais doenças...

E não é um medinho bobo, como o meu medo de agulhas, que apesar de não curtir, tomo vacinas normalmente.
Não, o caso dela é tão grave que por medo de ficar doente ela faz coisas que a prejudicam, como beber álcool em gel, por exemplo.

Enquanto luta para ser uma garota "normal" Aza vai a escola, tem amigos, se apaixona e tenta resolver o caso do multimilionário que é um foragido da polícia de Indiana.


Como já disse, amo a escrita do Green e dessa vez não foi diferente. A Culpa é das Estrelas sempre será meu xodózinho e amor maior, mas Tartarugas Até Lá Embaixo ganhou o seu lugar na lista infinita do meu coração.


Recomendo simmmm, recomendo muito. Leia de mente aberta e se surpreenda.



Você já leu ou quer ler? Me diz aqui nos comentários! :D 


Beijos!

  • Share:

You Might Also Like

2 comentários

  1. Já li tantas resenhas positivas sobre esse livro que penso em dar uma segunda chance à John Green, pois minha experiência lendo A Culpa é das Estralas não foi tão legal.

    www.estante450.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  2. Li sim e amei a história.
    Acho que essa ausência do Green fez com que ele amadurecesse mais. Pensei que ia encontrar uma história boba e fui surpreendia com um assunto tão sério e uma personagem forte.

    Sai da Minha Lente

    ResponderExcluir